Colisão entre trens deixa 9 feridos no Rio, e resgate de maquinista já dura mais de 7 horas

Bombeiros tentam retirar das ferragens o condutor, que respira com a ajuda de balão de oxigênio, recebe soro e bolsas de sangue. Dois trens bateram na estação São Cristóvão.

Nove pessoas ficaram feridas em um acidente envolvendo dois trens que colidiram na altura da Estação São Cristóvão da SuperVia, na Zona Norte do Rio, às 6h55 desta quarta-feira (27). Entre os feridos, sete já foram liberados, um está hospitalizado, e o maquinistas de uma das composições segue preso às ferragens mais de 7 horas após a batida.

Com auxílio dos bombeiros, o condutor, que não teve a identidade revelada, respira com a ajuda de um tubo de oxigênio e recebeu soro e bolsas de sangue. Segundo a corporação, ele está lúcido e conversa com a equipe de resgate. Uma maca foi posicionada no local para uma possível retirada do ferido.

Ao menos 12 bombeiros, de três quartéis, trabalham na operação. Segundo a corporação, eles estão divididos duas frentes de trabalho: uma equipe, por dentro da composição, realiza afastamento das ferragens por meio de desencarceradores hidráulicos; outra, do lado externo, faz cortes nas ferragens com auxílio de aparelho de maçarico.

“O trabalho é lento, meticuloso e exige perícia técnica dos militares envolvidos. A prioridade é o suporte à vida da vítima”, diz a nota enviada pelo Corpo de Bombeiros.

Vote
Social: